top of page

Fisioterapia Esportiva – das lesões ao sucesso, com saúde.

A prática de exercícios físicos sempre é relacionada à saúde. Mas quando esta prática não é supervisionada ou extrapola o limite do atleta/pessoa ocorre a lesão. É importante entender que a prática de qualquer esporte, seja de final de semana ou de alta-performance, exige que sejam observados vários fatores, como: alimentação adequada, objetivo do treino, posturas envolvidas na prática, cronograma de evolução, metabolismo do praticante, entre outros, que se não observados predispõe o praticante à lesão.

A prática de esportes de alto desempenho é diferente do esporte praticado por pessoas, ditas normais. Como o próprio nome diz, esporte de alto desempenho ou alta performance busca a redução de tempo de uma atividade, o ganho de posições em ranking, superar os adversários, superar barreiras e limites, e isto envolve a principal causa de lesão neste tipo de esportista: a sobrecarga. Esta vem de forma repetitiva, acentuando o desgaste natural, que leva o praticante a ter dores e deformações.

Quando pretendemos começar a praticar um esporte é essencial que vejamos quais características são necessárias para a prática e se temos o perfil para tal atividade. Esportes de contato (como artes marciais, futebol, basquete e outros), geralmente exigirão maiores esforços de nosso corpo. Nos esportes individuais, onde não há contato com outro objeto ou pessoa, a sobrecarga geralmente virá da busca por resultados melhores e sua repetitividade.

Desta forma, o aspecto preventivo da fisioterapia esportiva é essencial para preparar este indivíduo para o esporte, seja no aspecto para o ganho de desempenho ou como coadjuvante do tratamento médico, caso haja lesões, para uma recuperação mais rápida e eficiente.

O trabalho executado pelo fisioterapeuta do esporte está relacionado diretamente ao praticante e o tipo de esporte escolhido, pois o ajudará durante toda a preparação e execução dos movimentos do esporte, isto é, trabalhará na fase estática e na reeducação de todos os movimentos motores específicos para a modalidade escolhida.

Preventivamente o foco da fisioterapia muda. Habitualmente a fisioterapia tem seu objetivo voltado para o tratamento das lesões já existentes. No esporte, este foco muda totalmente. Nessa situação, o foco é o potencial risco para as lesões musculares e articulares. Em uma atividade esportiva, nosso aparelho musculoesquelético sofre simultaneamente ações de sobrecarga posturais, forças diversas sobre as articulações, além da repetitividade aliada ao tempo em que esse ciclo é ativado. Daí a importância do profissional de fisioterapia para minimizar ou evitar que tais lesões aconteçam e se acontecerem, que o restabelecimento às atividades seja o mais breve.

Apesar da atividade esportiva ser complexa, em termos de execução de movimentos

e componentes do corpo humano envolvidos, existem apenas sete mecanismos de lesão, são eles: o contato, sobrecarga de movimento, excesso de uso, vulnerabilidade da estrutura, falta de flexibilidade, desequilíbrio muscular e o crescimento rápido.

Portanto, antes de iniciar uma atividade esportiva procure um profissional capacitado para orientações, e se já pratica um esporte e quer evoluir na prática buscando um alto-rendimento é essencial que seja acompanhado por profissionais especializados.

Bom treino!!

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


Post: Blog2_Post
bottom of page